terça-feira, julho 18, 2006

Bom, esse é o primeiro post que ponho no meu blog. E, como não poderia deixar de ser, vou falar de meu hobby favorito: fotografia. Descobri a mágica de fotografar há cerca de dois anos, quando comecei a ler textos e tutoriais pela internet. Sempre gostei de fotografia, mas nunca tinha experimentado fazer, criar fotos com algum requinte artístico (não que minhas fotos hoje em dia tenham esse requinte, rsrsrs). Desde então comecei a ler vários textos com noções de exposição, velocidade de obturação, abertura de diafragma... e aí o bichinho da fotografia se instalou de uma forma que não consigo - e não quero mais - remover. Como estava sem grana para investir pesado (aliás, quem tem grana nesse país?) no meu novo hobby, procurei no Mercado Livre alguma opção em conta para começar a me aventurar nesse campo. Catando informações aqui e ali acabei encontrando a Zenit, câmera de origem soviética que mais parece um tanque de guerra de tão pesada e de tanto ferro. Mas eu precisava aprender o beabá, e fazendo uma analogia com o ato de aprender a dirigir, nada melhor para aprender do que um Fusca, que agüenta qualquer parada, é de mecânica fácil e não é caro. O mesmo pode ser dito da Zenit: barata, de construção simples porém muito robusta e confiável. Desde que adquiri a minha, não parei mais de fotografar! Não como um idiota que fotografa qualquer coisa para testar seus conhecimentos, mas tentando ter algum tipo de requinte estético. Por sorte, como já havia lido muitos textos explicativos sobre os parâmetros que deveriam ser usados para conseguir uma boa foto, não apanhei muito de início. Claro que me refiro ao risco de perder fotos por falta - ou excesso - de luz, não ao apuro estético. Bom, o primeiro passo estava dado.
O primeiro filme que carreguei na máquina foi um Deplá ISO 100, filme barato para correr um risco menor de frustração. Gostei bastante dos primeiros resultados, embora não tivessem ficado nada que fizesse ninguém babar. Mas não ficaram uma porcaria também. Isso me deu uma motivação a mais para experimentar outras possibilidades, explorar assuntos e todos os recursos que só a fotografia manual poderiam oferecer. E nisso estou até hoje, ora acertando, ora errando... mas nunca perdendo a vontade de melhorar, quem sabe até conseguir algumas imagens dignas de serem expostas em algum museu... rsrsrsr! (que pretensão idiota, rsrsrs!)
Bom, como sou totalmente iniciante e ignorante em blogs, ainda não descobri como explorar todo o potencial que ele pode oferecer. Aos poucos, vou descobrir como postar algumas fotos, para vossa apreciação, leitores. Isso pode acontecer ainda hoje, amanhã... sei lá; quando conseguir vocês verão na tela de seus computadores, rsrsrs! Vale à pena ressaltar que não sou nenhum fotógrafo profissional, não fiz cursos e não sou nenhum mestre. Apenas adoro a arte de fotografar, estou tentando melhorar o mais que posso, e esse blog será uma espécie de diário de bordo, onde vou apontar o que gostei e o que não gostei nos resultados dos meus trabalhos. Claro que qualquer comentário ou crítica é sempre bem-vindo; mas se não gostarem das fotos, peguem leve na hora de criticar!

Um comentário:

Marta disse...

Hey!
Legal a idéia do blog! Com o tempo você vai pegando o jeito!
Beijão!